A GLÓRIA DE DEUS


Entre as semanas do natal e passagem de ano, preguei sobre a misericórdia, graça e fidelidade de Deus. Após tudo isso, recebi o e-mail, transcrito abaixo, de Taináh Mota, uma querida ovelha desde quando era uma criança vívida no meu início de ministério há vinte anos. Hoje ela é casada com o diácono Hermenegildo e possui um filhinho chamado Luca (na foto com a mãe).
____________________________________________________

“O primeiro e único artigo que escrevi na minha vida foi sobre aprender a viver para a glória de Deus. Desde então eu tenho compreendido melhor essa verdade bíblica e digo que isso é uma das coisas que poucos compreendem, muitos menos vivem. Entender que TUDO, absolutamente tudo, é para a glória de Deus muda a perspectiva da vida, nossa visão do próprio Deus e do sofrimento. Mas, como eu disse, essa Glória de Deus é um conceito difícil para seres tão egoístas como nós.

Tem um fato que pra mim facilita um pouco essa compreensão - é a conversão de alguém. É fascinante acompanhar alguém antes e depois de Cristo. Como muda! Quando eu vejo um amigo convertido, tendo o conhecido antes da conversão, eu sempre penso: - Que legal! Olha o que Deus faz na vida de uma pessoa! Olha a diferença! Incrível!

Isso é dar glória a Deus. Talvez se mudarmos o nome glória para mérito entendamos melhor. É isso que Deus quer dizer quando diz que por amor do seu santo nome tiraria o coração de pedra e nos daria coração de carne. É Dele o mérito. É para a Glória dele.
Entender que a conversão de alguém é para a glória de Deus não é tão difícil. Difícil é entender que tudo é dele, por meio dele e para ele.

Hoje, em uma conversa amistosa, tive um claro exemplo de como tudo, absolutamente tudo que Deus faz é por amor do Seu próprio nome, para louvor da sua glória.

Há alguns anos, o tio Curt levou um tiro acidental, disparado da arma de um médico missionário que estava com ele. A situação era tão grave que o médico, autor do disparo, contou que pensou durante a cirurgia por que tio Curt passou: ele não sobrevive nem aqui, nem no Einstein (melhor hospital do Brasil). O dano foi muito grande, uma parte do intestino foi retirada. Durante toda a recuperação, cirurgias, inclusive uma colostomia, não se sabia se ele poderia viver normalmente. Algo terrível, com certeza.

Bom, final feliz, graças a Deus. O tio Curt não apenas sobreviveu, como teve o seu organismo restaurado. Um milagre sem dúvida. Hoje, tio Curt não só não precisa da colostomia como tem um intestino que funciona muito bem. Segundo a tia Marta, sua esposa (que tem problema de intestino preso), ele evacua ao acordar, depois do café, e após cada refeição. Um milagre!

Por que Deus fez esse milagre? Por amor ao tio Curt? Ou à tia Marta que odiava o cheiro daquele saquinho cheio de excremento? Também! O Senhor ama seus filhos. Mas o principal motivo do que ele realizou foi o amor do seu próprio nome. Como? O que isso tem a ver com a sua glória? Todas as vezes que eu ouço tia Marta contar abismada a freqüência com que funciona o intestino do tio Curt ou eu o vejo correr para o banheiro, lembro o milagre. Lembro-me da gravidade de tudo, da incerteza, da enorme probabilidade dele não sobreviver e me lembro do que Deus fez!! Glórias a Deus por isso! Tenho certeza de que os anjos também exultam a cada vez que esse processo se repete.

Glórias ao nome de Cristo pela cura do tio Curt!”
___________________________________________

Observação: O missionário da MEVA, Curt Kirsch, obteve uma recuperação espantosa após um tiro mortal que recebeu quando estava numa aldeia Yanomami distante duas horas de avião do hospital mais próximo. Os próprios médicos de Boa Vista - RR e Campinas - SP reconhecem a espantosa recuperação desse querido irmão que freqüenta há muitos anos a igreja que pastoreio.


SOLA SCRIPTURA

3 comentários:

Anônimo disse...

Li o artigo da Tainah. Uma bênção. Não sabia que o tio Curt tinha recebido esse milagre. "Tudo para glória de Deus".

O Asafe manda um abraço e votos de um ano novo para glória do Senhor.

Geovane

simone quaresma disse...

Que lindinha da titia!! É Alfredo, estamos irremediavelmente velhos!!!! Saudades!

Alfredo de Souza disse...

Geovane, seja bem-vindo neste espaço.

Sema, que bom tê-la aqui de novo. Pois é, estamos ficando velhos mesmo.

Abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...